18.1.08

On the shore...

Á beira-mar procuro-te. Corro, os meus pés a tocarem na água fria do oceano, e desenfreadamente procuro-te.

Escondeste-te de mim e agora não te vejo. Desapareceste com a brisa e agora não consigo respirar. Ao início não me importei, mas agora que já está quase a escurecer, tenho que te encontrar.

Ao longe o sol funde-se com o mar no horizonte, mas eu ainda não te encontrei. Será que te vou encontrar a tempo? As lágrimas refrescam a minha cara quente do pânico.

Onde estás, onde? Preciso de ti! Desapareces-te de repente e tantas, tantas coisas ficaram por dizer. Coisas que em tempos passados não fazia sentido, nem me apetecia dizer-te, mas agora… Será que vou voltar a ver-te, para te poder dizer que te amo?

O meu vestido branco, manchado da água do mar, esvoaça agora ao vento, parei. A brisa voltou, mas tu não. Já não vale a pena, estou parada e tu não vais voltar.

2 comentários:

gajo q te chateia! disse...

a catarina escreve TAO bem!
e mesmo assim nao me escreve um texto... :-(

Meredith disse...

eu nunca te hei-de escrever um texto...
Mentaliza-te -.-'